Disciplina - Filosofia

Sócrates - Maiêutica

Com direção de Roberto Rossellini , esta superprodução europeia é a cinebiografia de Sócrates (470 - 333 a.C.), um dos maiores filósofos da Humanidade. Neste filme, Rossellini reconstitui o final da vida de Sócrates.

Neste trecho, Aristófanes figura entre as personagens e apresenta um pequeno pedaço do que seria a peça As Nuvens, comédia dirigida contra os sofistas e que tem como uma das personagens Sócrates. Depois de recitada, Sócrates afirma que o Sócrates da peça (sofista) não existe. Na sequência, Sócrates, depois de ser apontado como mestre da virtude, defende-se afirmando que: “A minha arte obstétrica tem atribuições iguais às das parteiras, com a diferença de eu não partejar mulher, porém homens, e de acompanhar as almas, não os corpos, em seu trabalho de parto. Entretanto, a grande superioridade da minha arte consiste na faculdade de conhecer de pronto se o que a alma dos jovens está na iminência de conceber é alguma quimera e falsidade ou fruto legítimo e verdadeiro.” (PLATÃO, Teeteto, 150 b-c).



Sócrates, Drama, Espanha / Itália / França, 1971, 120min. Direção: Roberto Rossellini.



Palavras-chave: maiêutica, parir, conhecimento, verdade.

  • 10077
  • 1656
Fechar

Campos com (*) são obrigatórios.

fechar

Copie o código abaixo e insira em sua página:


Ou compartilhe através dos sites:

Fechar

Mais Informações